Publicado por: josienkapma | 16/02/2011

Workshop ‘Sinais das Vacas’

Na Zona Sul, a 8 e 9 de Fevereiro, a APROLEP organizou os primeiros dois workshops ‘sinais das vacas’ para produtores de leite. Um breve testemunho:

“Quantas vezes realmente observam as vacas?”, pergunta-nos Francisco, da empresa Alltech, que está a dar o workshop. “Então, uma vez por ano não é o suficiente?” brinca um dos produtores. Concordamos todos que um bom produtor olhe as vacas diariamente e constantamente.

Mas tambem concordamos que existe uma tendência para ver quase só as vacas com problemas, ou estar atento aos cios, e mais nada. Como podemos apanhar e comprender os sinais que as vacas nos dão?

“AS VACAS DÃO SINAIS IMPORTANTES EM TODOS OS MOMENTOS DO DIA. ESTARÁ A RECEBÊ-LOS?”

As vacas emitem continuamente vários sinais sobre a sua saúde, bem- estar, nutrição e produção. O desafio para o produtor é interpretar estes sinais e usá-los em benefício do seu negócio e dos seus animais.

Os técnicos da Alltech,  através de uma aula teórica e uma tarde prática na vacaria, ajudaram-nos a focar em alguns dos sinais mais importantes, utilizando a técnica das três perguntas: “O que é que eu observo?”, “Por que é que isto aconteceu?” e, finalmente, “O que é que isso significa?”

No primeiro dia vimos que as vacas de ‘Herdade do Casão’ em Montemor-o-Novo estavam dentro dos logetes ou a comer. Praticamente não estava nenhuma vaca ‘à espera’ ou sem saber o que queria. Sentiam-se cómodas, e foi difícil encontrar um curvilhão inchado. Foi fácil listar muitos pontos positivos. Pontos para melhorar: condição dos cascos e relativamente grande variedade na condição das vacas no grupo de alta produção. Mas estes pontos logo faziam surgir também outras perguntas. Depois de “apanhar os sinais das vacas” nem sempre é fácil descobrir a solução para os problemas…. Josien

ver  todas as fotos aqui


Categorias

%d bloggers like this: