Publicado por: Carlos Neves | 12/03/2010

Emissão em RTP1: APROLEP e futuro do leite Português

begin op minuut 3.40

minuto 3.40

parte 2, minuto 2.30

Manuela Dias e Pedro Pimenta são proprietários de uma vacaria com 150 vacas em Coimbra. Há algumas semanas houve lá uma reunião de preparação da APROLEP, onde os conhecemos  e também aos seus 3 filhos. Gente muito simpática, que gere a empresa com a colaboração de 2 funcionários.

Esta empresa foi o modelo para o ‘negócio familiar’ da produção de leite numa reportagem da RTP1. A aventura na produção de leite de Pedro e Manuela começou há 10 anos com um camião de vacas importadas de França, depois disso o investimento continuou de forma intensa. Tudo correu bem até à actual crise, agora é difícil cumprir as obrigações financeiras.

As dificuldades são comuns a muitas explorações agropecuárias de produção de leite. O número de produtores em Portugal (9000?) também é consideravelmente menos do que alguns anos atrás. A sua sobrevivência está ameaçada pelo preço pago ao produtor, mas a produção de leite é valiosa para o campo Português. Por exemplo, o milho e a erva cultivados compõem uma bela paisagem, a produção de leite gera empregos na prestação de serviços ao produtor, fornecimento de produtos, cooperativas, etc e mantém o equilíbrio na balança comercial de Portugal em matéria de leite e produtos lácteos.

Os três produtores que interviram são alguns dos promotores e directores da Associação dos Produtores  de Leite de Portugal. A APROLEP é uma associação independente de produtores de leite recém-criada e está em fase de admissão de sócios.

Josien Kapma

Transmissão ao vivo de 10 de março de 2010 Parte 1: Vai para minuto 3.40

Transmissão ao vivo de 10 de março de 2010 Parte 2:  Vai para minuto 2.30



Categorias

%d bloggers like this: